Terça-feira da segunda semana do Advento

Hoje é dia seis de dezembro, terça-feira da segunda semana do Advento

Por vezes, deixamos que as trevas entrem no nosso coração. Tudo parece desolador. O mundo torna-se num lugar ameaçador e sombrio. Muitos, sem que tenham feito nada para o merecer, vivem vidas escuras e cansadas, tristes e oprimidos. Recorda-te dessas pessoas que não encontram no Senhor um abraço de amor. Pede a Deus por todos aqueles que vivem tristes e sem esperança. São teus irmãos e tuas irmãs. 
Assim, vale pena começares a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo são Mateus. [Ev Mt 18, 12-14]

Disse Jesus aos seus discípulos: 
«Que vos parece? 
Se um homem tiver cem ovelhas
e uma delas se tresmalhar, 
não deixará as noventa e nove nos montes
para ir procurar a que anda tresmalhada? 
E se chegar a encontrá-la,  em verdade vos digo
que se alegra mais por causa dela
do que pelas noventa e nove que não se tresmalharam. 
Assim também, 
não é da vontade de meu Pai que está nos Céus
que se perca um só destes pequeninos». 

 

Pontos de oração

Jesus revela um segredo surpreendente: Deus-Pai ama todas as suas criaturas; no entanto, a sua predileção está naquela que, para nós, seria a última, ou seja, a ovelha que se perdeu. Traz ao coração aquelas pessoas que consideras tresmalhadas e molda o teu olhar sobre elas à imagem e semelhança do olhar de Deus. 

Inspirado nesta passagem, também podes olhar para dentro de ti e procurar as ‘ovelhas perdidas’ na tua interioridade. Que capacidades, que talentos, que sonhos precisas de resgatar da tua penumbra? Que partes de ti precisas de recuperar, reavivar e reanimar? 

Vais ouvir de novo o Evangelho. Recebe-o: é o Senhor a falar-te pessoalmente. Repara naquilo que fica a ressoar dentro de ti. O que te impele? O que te repele? Constata e regista. 

 

Colóquio final

Pergunta-te qual será a intenção principal do Senhor para ti, neste momento. Deixa que isso venha à consciência e tira as consequências para a tua vida.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.