Terça-feira da vigésima primeira semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e três de agosto, terça-feira da vigésima primeira semana do Tempo Comum.

Faz destes minutos de oração
um tempo para acolheres o que Deus quiser conceder-te. 
Não te preocupes com dizer as coisas certas, as palavras mais bonitas. 
Deixa que seja o Espírito Santo
a colocar no teu coração e na tua boca o que hás de dizer. 
Deixa que a tua oração seja um tempo livre, 
um espaço aberto, uma praia larga
e que Deus seja o teu mar. 
Com este desejo, começa a tua oração.

 

Escuta esta passagem da Segunda Carta de São Paulo aos Tessalonicenses. [L1 2 Tes 2, 1-3a.14-17] 

Nós vos pedimos, irmãos,
a propósito da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo
e do nosso encontro com Ele:
Não vos deixeis abalar facilmente,
nem alarmar por qualquer manifestação profética,
por palavras ou por cartas que se digam vir de nós,
pretendendo que o dia do Senhor está iminente.
Ninguém vos engane de qualquer modo que seja.
Deus chamou-vos, por meio do Evangelho,
para possuirdes a glória de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Portanto, irmãos, permanecei firmes
e guardai firmemente as tradições que vos ensinámos,
oralmente ou por carta.
Nosso Senhor Jesus Cristo
e Deus, nosso Pai,
que nos amou e nos deu, pela sua graça,
a eterna consolação e a feliz esperança,
confortem os vossos corações
e os tornem firmes em toda a espécie de boas obras e palavras. 

 

Pontos de oração

“Não vos deixeis abalar facilmente”. 
Recebe este conselho de São Paulo no singular, para ti, neste momento. Como te encontras? Olha para Jesus. Os teus talentos seduzem-te ao ponto de caíres? Segura-te a Jesus.

“A eterna consolação e a feliz esperança”, que já hoje podemos saborear.
Não te entregues ao desalento do pessimismo ou à passividade do inútil. O tempo abre sempre novas possibilidades. Não as percas.

A firmeza de que fala o Apóstolo provém da fé, “por meio do Evangelho”. E este não é outra coisa senão a pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo, por quem nos apaixonamos. Permanecer apaixonado é difícil, mas é possível. Escuta de novo São Paulo e procura compreender?

 

Colóquio final

Pede ao Senhor que te escolha sempre, mesmo que sintas medo, dúvida e sofrimento. Se consentires, serás feliz. O resto, deixa com Ele. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.