Terça-feira da vigésima sétima semana do tempo comum

Hoje é dia oito de outubro, terça-feira da vigésima sétima semana do tempo comum.

O Senhor está atento às tuas súplicas. Ele não olha tanto aos teus pecados, quanto ao teu desejo de conversão. Pede-Lhe este desejo, suplica-Lhe que te dê a conhecer a alegria de viver na fidelidade à sua Palavra, deixando tudo quanto o mundo te propõe como caminho de felicidade, ao arrepio dos seus mandamentos. Hoje não é tempo para facilitar na fidelidade a estes mandamentos, pois eles definem o caminho justo. É fácil dizer que Deus é Amor e esquecer que o Amor tem exigências maiores do que qualquer outra relação. Pede ao Senhor que esteja atento à tua súplica, que te vá convertendo ao Amor e às suas exigências... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 10, 38-42]

Jesus entrou em certa povoação e uma mulher chamada Marta recebeu-O em sua casa. Ela tinha uma irmã chamada Maria, que, sentada aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. Entretanto, Marta atarefava-se com muito serviço. Interveio então e disse: «Senhor, não Te importas que minha irmã me deixe sozinha a servir? Diz-lhe que venha ajudar-me». O Senhor respondeu-lhe: «Marta, Marta, andas inquieta e preocupada com muitas coisas, quando uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada».

Marta, mais que ocupada, está pré-ocupada. E entra em competição com Maria. Jesus alerta-a: “estás perturbada com muitas coisas, mas uma só coisa é necessária”. Fixa-te nesta tensão que engana: muitas coisas dividem, uma só unifica! Jesus unifica. Ele é aquilo que interessa. Se rezas ou trabalhas, faz por Ele e com Ele: é o único necessário que unifica. A melhor parte não é o rezar ou trabalhar. O melhor é: o que quer que faças, faz com Cristo e por Ele.

Como anda a tua vida, no que dizes e fazes? Centrada em Cristo, porque Ele to pede, porque é Ele que te envia? Ou vais fazendo coisas boas por teu interesse, pelo teu sucesso, ou porque está mandado?

Ao ouvir de novo o Evangelho, imagina Maria a dizer a Jesus: Senhor, diz à Marta que venha para aqui ouvir-Te. Que diria Jesus? Maria, Maria, estás dividida! Cuidado com as comparações. Muito cuidado com as competições.

Termina a tua oração pedindo a graça de fazer tudo o que fazes bem centrado em Cristo.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.