Terça-feira, festa litúrgica de Santo Estêvão

Hoje é dia vinte e seis de dezembro, terça-feira, festa litúrgica de Santo Estêvão, primeiro mártir cristão.

O Natal reveste-se de luz. Jesus nasce para dar vida e anunciar a justiça que implica uma entrega total. Assim o viveu Santo Estevão, em testemunho total de vida. A luz ilumina os cantos mais escuros da existência. Somos chamados a viver na luz. Pede a graça de viveres na luz de Jesus. Começa assim a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 10, 17-22]

Disse Jesus aos seus apóstolos:
«Tende cuidado com os homens:
hão de entregar-vos aos tribunais e açoitar-vos nas sinagogas.
Por minha causa, sereis levados à presença de governadores e reis,
para dar testemunho diante deles e das nações.
Quando vos entregarem,
não vos preocupeis em saber como falar nem com o que dizer,
porque nessa altura vos será sugerido o que deveis dizer;
porque não sereis vós a falar,
mas é o Espírito do vosso Pai que falará em vós.
O irmão entregará à morte o irmão
e o pai entregará o filho.
Os filhos hão de erguer-se contra os pais e causar-lhes a morte.
E sereis odiados por todos por causa do meu nome.
Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo». 

 

Pontos de oração

“Por minha causa, sereis levados à presença de governadores e reis, para dar testemunho diante deles e das nações.” 
Santo Estêvão deu testemunho do amor que sentia por Jesus. Tal como nesta passagem do Evangelho, Estêvão falou de Jesus na presença de responsáveis religiosos e políticos, sem medo dos riscos. 
Como te costumas sentir quando falas ou tens de falar de Jesus em meios mais hostis à fé?

Santo Estêvão viveu confiado no Espírito. Por sua intercessão, também tu podes viver essa despreocupação no modo de testemunhar o amor de Deus. Pede ao Espírito do Pai a confiança na entrega. 

Ao ouvir de novo o texto do Evangelho, apesar da dureza das palavras, repara na confiança de fundo que Jesus quer transmitir a todos os que O escutam. 

 

Colóquio final

Agradece o testemunho e entrega de tantos santos. Pede a Deus a força e disponibilidade para o anúncio do seu amor. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.