Terça-feira, memória litúrgica de Santa Isabel de Portugal

Hoje é dia quatro de julho, terça-feira, memória litúrgica de Santa Isabel de Portugal.

A Bíblia privilegia a linguagem do corpo:
é aí que têm lugar os gestos e comportamentos,
e é aí também que emergem as atitudes e pensamentos.
Começa a tua oração com as palavras do salmo 26;
que elas sejam o propósito que orienta o teu caminhar:
«Senhor, faz-me justiça, pois tenho vivido com retidão;
em ti, Senhor, confio sem vacilar.
Examina-me e põe-me à prova;
purifica-me os rins e o coração.
Eu tenho a tua bondade diante dos meus olhos
e caminho na tua verdade».

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 8, 23-27].

Jesus subiu para o barco
e os discípulos acompanharam-No.
Entretanto, levantou-se no mar tão grande tormenta
que as ondas cobriam o barco.
Jesus dormia.
Aproximaram-se os discípulos e acordaram-No, dizendo:
«Salva-nos, Senhor, que estamos perdidos».
Disse-lhes Jesus:
«Porque temeis, homens de pouca fé?».
Então levantou-Se, falou imperiosamente ao vento e ao mar
e fez-se grande bonança.
Os homens ficaram admirados e disseram:
«Quem é este homem,
que até o vento e o mar Lhe obedecem?». 

 

Pontos de oração

A primeira coisa que é dita sobre os discípulos é que acompanharam Jesus quando Ele subiu para o barco. 
O que é que isso te sugere? Podes dizer que acompanhas Jesus como seu discípulo? Ou é Jesus que te acompanha? Quem é que indica o caminho que tu segues?

Quando surge a agitação, os discípulos deixam de acompanhar Jesus, que dorme tranquilo. Inquietos, querem que Ele os salve, mas Jesus repreende a sua pouca fé. 
Na tua vida recente, como reagiste à adversidade nalgum momento de tribulação? Continuaste a acompanhar Jesus ou reclamaste que Ele viesse acudir-te? 

Ouve de novo a leitura e repara que o vento e o mar obedecem a Jesus. O vento pode ser uma imagem para falar do Espírito de Deus; o mar é símbolo dos abismos, lugar do mal.
Deixa ressoar em ti a pergunta: «Quem é este homem a quem o vento e o mar obedecem?».

 

Colóquio final

Põe-te diante de Jesus, deixa-te impressionar por este homem a quem o vento e o mar obedecem e pergunta-Lhe: «Quem és Tu, para que o vento e o mar Te obedeçam?». Procura entender a sua resposta. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.