Terça-feira, memória litúrgica de São Francisco de Sales

Hoje é dia vinte e quatro de Janeiro, terça-feira, memória litúrgica de São Francisco de Sales.

Numa execução de Vox Nostra estás a escutar Benedicamus Domino

Em pleno século dezoito, São Francisco de Sales escreveu o seguinte:
«É um erro – ou até uma heresia – querer banir a vida devota
do quartel dos soldados, da oficina dos operários,
da corte dos príncipes, do lar das pessoas casadas».
Todos somos chamados à santidade:
todos somos convidados ao encontro com o Espírito de Jesus, 
cada qual no seu caminho de vida.
Faz-te presente, hoje, a este encontro, através da tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos. [Ev Mc 3, 31-35]

Chegaram à casa onde estava Jesus, sua mãe e seus irmãos, 
que, ficando fora, O mandaram chamar.
A multidão estava sentada em volta d’Ele,
quando Lhe disseram:
«Tua mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura».
Mas Jesus respondeu-lhes:
«Quem é minha mãe e meus irmãos?».
E, olhando para aqueles que estavam à sua volta, disse: 
«Eis minha mãe e meus irmãos.
Quem fizer a vontade de Deus
esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe». 

 

Pontos de oração

Hoje, Jesus lembra-te que a vida em Deus inaugura um novo modo de te relacionares com aqueles que te rodeiam. Os laços familiares não perdem o seu lugar e importância; mas há uma comunhão maior que vem da partilha do amor de Deus, da busca incessante de fazer a sua vontade em cada gesto. 
Com quem partilhas a tua vida de fé?

Traz à memória a tua história de fé, reconhecendo aqueles que te trouxeram pela mão, te deram a conhecer Jesus e foram sinal do seu amor, para que tu O pudesses reconhecer em ti mesmo. É da importância desses laços espirituais que Jesus fala. Esses são os teus amigos no Senhor.  

Escuta de novo as palavras que hoje são alimento para a tua oração; acolhe a surpresa que todos sentiram ao ouvir as palavras de Jesus.

 

Colóquio final

Termina este tempo de encontro com o Senhor em ação de graças. Pára. Toma fôlego e agradece. Agradece ao Senhor por tudo, porque para os que amam a Deus tudo se converte em bem.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.