Solenidade do Natal do Senhor

Hoje é dia vinte e cinco de dezembro, terça-feira, solenidade do Natal do Senhor.

“Hoje, uma grande luz desceu sobre a terra”. A escuridão persiste e as trevas não se dissolveram... mas o seu destino está traçado: serão vencidas pela luz da ressurreição, presente, pela primeira vez, no presépio de Belém. Deus tem a última palavra e esta palavra é o Verbo feito homem e a viver connosco. Não vai quebrar a cana fendida nem apagar a torcida que fumega. Mas vai fazer novas todas as coisas.
Neste dia de Natal, as palavras de D. Nuno Almeida orientam-te para a luz do presépio, a luz do Verbo de Deus. Pede ao Senhor a graça de deixares esta luz iluminar as tuas trevas... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 1, 1-18]

No princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus
e o Verbo era Deus.
No princípio, Ele estava com Deus.
Tudo se fez por meio d’Ele e sem Ele nada foi feito.
N’Ele estava a vida e a vida era a luz dos homens.
A luz brilha nas trevas e as trevas não a receberam.
O Verbo era a luz verdadeira,
que, vindo ao mundo, ilumina todo o homem.
Estava no mundo
e o mundo, que foi feito por Ele, não O conheceu.
Veio para o que era seu e os seus não O receberam.
Mas, àqueles que O receberam e acreditaram no seu nome,
deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus.
Estes não nasceram do sangue,
nem da vontade da carne, nem da vontade do homem,
mas de Deus.
E o Verbo fez-Se carne e habitou entre nós.
Nós vimos a sua glória,
glória que Lhe vem do Pai como Filho Unigénito,
cheio de graça e de verdade.

O Prólogo do Evangelho de João dá-nos a conhecer o fundamento da nossa vida: o Verbo, que desde o princípio está junto de Deus, fez-Se carne e veio habitar entre nós.
São João, no início do seu Evangelho, conta aquilo que foi para ele ter encontrado, conhecido e vivido com Jesus: foi uma experiência de luz, de vida, de escuta de Palavras únicas, eternas e universais.

Como João, procura acolher e viver a Palavra Eterna: ajudar-te-á a distinguir o bem do mal, os vícios das virtudes e a não te deixares iludir pela mentalidade do mundo. A Palavra fez-Se carne, fez-Se Menino!

Senhor, o que Te peço, neste dia feliz de NATAL,
é que me ajudes a não desistir da Tua luz,
que nos traz o dia da salvação.
Senhor, o que hoje Te peço
é que me ajudes a manter acesa a luz da fé,
que guia os meus passos na noite e me leva sempre mais longe.
Senhor, o que hoje Te peço
é que me ajudes a abrir em minha casa uma janela,
para que a luz possa lá entrar e irradiar para o mundo que me rodeia.
Senhor, o que hoje Te peço
é que me ajudes a estar preparado para a tua vinda
com as lâmpadas acesas no azeite puro da oração!

Glória a Deus e paz na terra! Feliz Natal!