Trigésima segunda semana do tempo comum

Hoje é dia sete de novembro, segunda feira da trigésima segunda semana do tempo comum. 

De Patrick Hawes estás a escutar The Lord’s Prayer.

O teu desejo mais profundo é a felicidade e é Deus quem te chama a seres verdadeiramente feliz, intensamente feliz, vivendo uma vida em abundância. É Ele quem te promete a vida que vai para além da morte. Este desejo que te habita é o desejo de seres cada vez mais como Ele. 
Agora que vais passar uns minutos com Jesus, pede-lhe que seja Ele quem te mostra o caminho da verdadeira vida. 
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 17, 1-6]

Disse Jesus aos seus discípulos:
«É inevitável que haja escândalos;
mas ai daquele que os provoca.
Melhor seria para ele
que lhe atassem ao pescoço uma mó de moinho
e o atirassem ao mar,
do que ser ocasião de pecado para um só destes pequeninos.
Tende cuidado.
Se teu irmão cometer uma ofensa, repreende-o,
e, se ele se arrepender, perdoa-lhe.
Se te ofender sete vezes num dia
e sete vezes vier ter contigo e te disser: ‘Estou arrependido’, 
tu lhe perdoarás».
Os Apóstolos disseram ao Senhor: 
«Aumenta a nossa fé».
O Senhor respondeu:
«Se tivésseis fé como um grão de mostarda, 
diríeis a esta amoreira:
‘Arranca-te daí e vai plantar-te no mar’, 
e ela vos obedeceria».

 

Pontos de oração

Sabemos que a palavra “escândalo” indica qualquer obstáculo, uma pedra, que faz tropeçar e cair. Para Jesus, escandalizar é usar palavras ou cumprir ações que deitam abaixo os outros, lhes tiram a fé e a esperança; sobretudo aos mais frágeis. É gravíssimo. Quais são para ti os maiores escândalos?

O que importa é levantar, é animar, é comunicar vontade de viver. 
O que importa é corrigir com amor e perdoar. Este é o caminho indicado por Jesus.
Há alguma coisa ou situação na tua vida que possa escandalizar os outros?

Ouve de novo com atenção este aviso de Jesus e fixa-te na última frase: COM FÉ, isto é, unido a Jesus, podes fazer milagres que não imaginas serem possíveis. 

 

Colóquio final

Para terminar, pede a graça de acreditar que podes ajudar os outros a levantarem-se e a encontrarem o caminho da alegria. Deitar abaixo é fácil, mas indigno do ser humano.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.