Trigésimo terceiro domingo do tempo comum

Hoje a Igreja celebra o trigésimo terceiro domingo do tempo comum. 

Da comunidade de Taizé, estás a escutar Confitemini domino.

A esperança, a verdadeira esperança de uma vida plena, é a descoberta do amor de Deus. Quando experimentas que Ele nunca te abandona e sabes que a cada momento é Ele quem te mantém com um coração agarrado à vida, um coração que não desiste de O procurar, então experimentas a verdadeira esperança. 
Assim, pedindo ao Senhor um coração centrado n’Ele, vale a pena começares a tua oração.

 

Vais escutar o salmo noventa e sete. Este salmo é um cântico de júbilo e um convite a que todos se alegrem na certeza de que Deus está sempre a vir ao nosso encontro… 

Salmo 97 (98), 5-9
Cantai ao Senhor ao som da cítara, 
ao som da cítara e da lira;
ao som da tuba e da trombeta, 
aclamai o Senhor, nosso Rei.
Ressoe o mar e tudo o que ele encerra, 
a terra inteira e tudo o que nela habita; 
aplaudam os rios,
e as montanhas exultem de alegria. 
Diante do Senhor que vem, 
que vem para julgar a terra; 
julgará o mundo com justiça
e os povos com equidade. 

 

Pontos de oração

Agradecer e louvar, cantar e exultar... esta devia ser a primeira forma de rezar para quem acredita no amor de Deus. Repete dentro de ti alguma frase que te tenha ficado na memória. Pensa em alguém que tenha perdido a alegria de viver… 

Considera como tudo pode ser diferente para quem sabe ver Deus presente na criação, tanto na beleza como nos desafios; não de uma forma milagreira que nos infantiliza, mas sempre inspirando as nossas ações, puxando por nós, orientando as nossas palavras e as nossas relações. 

Dispõe-te a ouvir de novo a leitura, acompanhando os sentimentos de louvor e pensando como podes ajudar alguém a descobrir um olhar mais positivo e mais confiante, saindo das suas tristezas e inquietações.

É sempre bom acompanhar o louvor confiante com algum propósito; alguma mudança de atitude. Que farás nesta semana que agora começa para que esta seja vivida com maior qualidade de esperança e mais atenção a quem está só e desiludido? 

 

Oração final

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.