Vigésimo quarto domingo do tempo comum

Hoje a Igreja celebra o vigésimo quarto domingo do tempo comum.

A oração é uma oportunidade
para alargar os horizontes da vida quotidiana,
para ver mais longe e também mais fundo: 
ver mais longe, 
dando lugar aos irmãos que descuidamos facilmente;
ver mais fundo, 
arriscando olhar para dentro de nós, 
onde é possível o encontro pessoal com Deus.
Neste domingo,
deixa a tua oração tirar-te da rotina dos dias que passam indistintos; 
deixa que ela te ajude a olhar mais longe e mais fundo. 
E acolhe com alegria as surpresas de Deus.

 

Vais ouvir o salmo cento e dois, uma oração a transbordar de confiança e gratidão a Deus. Aproveita para te unires ao salmista neste sentimento.
[Sl 102 (103), 1-2.3-4.9-10.11-12]
Bendiz, ó minha alma, o Senhor
e todo o meu ser bendiga o seu nome santo. 
Bendiz, ó minha alma, o Senhor
e não esqueças nenhum dos seus benefícios. 

Ele perdoa todos os teus pecados
e cura as tuas enfermidades. 
Salva da morte a tua vida
e coroa-te de graça e misericórdia. 

Não está sempre a repreender, 
nem guarda ressentimento. 
Não nos tratou segundo os nossos pecados, 
nem nos castigou segundo as nossas culpas. 

Como a distância da terra aos céus, 
assim é grande a sua misericórdia para os que O temem. 
Como o Oriente dista do Ocidente, 
assim Ele afasta de nós os nossos pecados. 

 

Pontos de oração

Repete interiormente algumas das expressões usadas pelo salmista e procura a que corresponde melhor ao que procuras em Deus:
- todo o meu ser bendiga o seu nome santo;
- o Senhor salva da morte a minha vida;
- como a distância da terra aos céus, assim é grande a sua misericórdia.

O salmista entrega-se nas mãos de Deus. Confia sem reservas. Descansa na certeza de que tem em Deus um aliado. E sente-se, por isso, um privilegiado. Descansa tu também neste privilégio de ter em Deus um aliado.

Vais ouvir de novo o salmo. Procura sentir no teu corpo o que dizes. Procura que cada palavra ressoe, forte, na tua interioridade – para que ganhe vida.

Durante esta semana, estende a tua oração a quem precisa de conhecer este Deus amoroso, misericordioso. Aplica esta oração nos lugares por onde passes: em casa, na rua, no trabalho, pede a Deus que Se torne refúgio e salvação para cada pessoa.

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.