Vigésimo sexto domingo do Tempo Comum

Hoje, a Igreja celebra o vigésimo sexto domingo do Tempo Comum. 

Toma consciência da presença de Deus, 
que está sempre contigo. 
Procura ser parte ativa neste encontro: 
não por fazeres coisas
mas porque, conscientemente, livremente... 
deixas que Deus tome conta de ti e te conduza nos seus caminhos.
Fala com Deus, 
mas sobretudo deixa que seja Ele a falar-te...

 

O Salmista convida-te a considerar que o Senhor é misericórdia, que guia os teus caminhos.  

[Salmo 24 (25), 4-5.6-7.8-9]
Mostrai-me, Senhor, os vossos caminhos,
ensinai-me as vossas veredas.
Guiai-me na vossa verdade e ensinai-me,
porque Vós sois Deus, meu Salvador:
em vós espero sempre.

Lembrai-Vos, Senhor, das vossas misericórdias
e das vossas graças, que são eternas.
Não recordeis as minhas faltas
e os pecados da minha juventude.
Lembrai-Vos de mim segundo a vossa clemência,
por causa da vossa bondade, Senhor.

O Senhor é bom e reto,
ensina o caminho aos pecadores.
Orienta os humildes na justiça
e dá-lhes a conhecer os seus caminhos. 

 

Pontos de oração

Faz tuas as palavras do Salmista e reza muitas vezes: “Mostra-me, Senhor, os teus caminhos”.

O Salmista tem consciência que o Senhor é Bom e Misericordioso, que te ensina os seus caminhos, que te guia na verdade, pois as suas graças são eternas, a sua bondade infinita. "O Senhor é bom e reto, orienta os humildes na justiça". 
Pede ao Senhor que tenha compaixão de ti e te conduza, que te dê a conhecer os seus caminhos. Ele está sempre contigo. Não desanimes nunca. 

Ao ouvir novamente o salmo em teu coração, deixa ecoar a sabedoria da Palavra dentro de ti, abre-te à confiança e ao abandono no Senhor. 

Neste Domingo, dia de festa e de Páscoa, vai repetindo sem cessar: “Mostra-me, Senhor, os teus caminhos”. Sê humilde e apresenta-te diante do Senhor como és, com as necessidades e fraquezas que sentes em ti e na tua vida. 

 

Colóquio final

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.