Vigésimo sexto domingo do tempo comum

Hoje a Igreja celebra o vigésimo sexto domingo do tempo comum.

O Papa Francisco proclamou este domingo como Dia Mundial do Migrante e do Refugiado. Certamente, já te deste conta de que este não é um tema pacifico, antes desperta muitas paixões, medos e atitudes irrefletidas. Durante estes momentos de oração coloca de lado as divergências políticas e as paixões que não deixam pensar... nem rezar. Considera simplesmente a sorte destes teus irmãos e irmãs, as dores que suportam e o lugar que buscam à mesa comum da humanidade, pois também eles são filhos de Deus... e começa assim a tua oração.

Hoje vais ouvir um salmo de grande misericórdia para com os injustiçados, os que têm fome, os abatidos, os oprimidos, de um modo geral. O salmo também diz que o Senhor entrava o caminho do pecador. Este salmo é profundamente apaziguador. [Sl 145 (146), 7-10] O Senhor faz justiça aos oprimidos, dá pão aos que têm fome e a liberdade aos cativos. O Senhor ilumina os olhos dos cegos, o Senhor levanta os abatidos, o Senhor ama os justos. O Senhor protege os peregrinos, ampara o órfão e a viúva e entrava o caminho aos pecadores. O Senhor reina eternamente. O teu Deus, ó Sião, é rei por todas as gerações.

O salmo começa por dizer que o Senhor faz justiça aos oprimidos e acaba a dizer que «Deus (…) é Rei por todas as gerações». Com o salmista, repete várias vezes, ao ritmo da tua respiração: «O Senhor levanta os abatidos».

Hoje é o dia mundial do migrante e do refugiado. Podes rezar por eles com as palavras do salmista: "O Senhor faz justiça aos oprimidos, dá pão aos que têm fome e a liberdade aos cativos". O Salmista acredita que Deus vem em socorro dos mais frágeis e injustiçados. Mas também sabe que esta intervenção de Deus precisa das mãos dos seus filhos para ser eficaz e dar frutos. Pede ao Senhor para te ensinar a olhar os migrantes e refugiados como irmãos e não como o refugo da humanidade.

Ao ouvires o salmo outra vez, procura centrar-te mais no segundo versículo, que de alguma maneira resume o salmo: «O Senhor ilumina os olhos dos cegos, o Senhor levanta os abatidos, o Senhor ama os justos».

Agora que estás a acabar a oração de hoje alegra-te por Deus ser vitorioso e eterno. Por Deus ter compaixão do oprimido e entravar o caminho do pecador. E pede a Deus que te conceda o Espírito Santo para também saberes o que hás de fazer a respeito da libertação do oprimido e da reposição da justiça na Terra.

Pai nosso que estais nos céus santificado seja o vosso nome venha a nós o vosso Reino seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação mas livrai-nos do mal.